Editais de Incentivo X Empreendedorismo

Cumprimentando a todos aproveito e peço desculpas pela falta de frequência nas postagens aqui no blog (o qual mudou um pouquinho de cara!), mas é que o tempo anda curtíssimo.

Bem, não pretendo me alongar, mas gostaria de discutir um pouco sobre a produção de conteúdo em nosso tempo. Todo o profissional no meio audiovisual se profissionaliza, ou ao menos deveria, e então quase sempre sonha em trabalhar em um grande estúdio de cinema no exterior, ou em um grande canal de televisão, aqui no Brasil ou fora dele.

A pergunta é: será que não estamos sendo sonhadores/preguiçosos/presunçosos demais? Será que não deveríamos nos preocupar um pouco em construir nosso próprio território, utilizando a diversidade de ferramentas que estão aí e que se mostram cada vez mais competentes para o cinema independente? Talvez não, mas nunca saberemos se não tentarmos.

Contudo, a onda do modelo startup na produção de cinema independente cresce no mundo inteiro. Elas ainda não são em grande número, mas muitas já dão o que falar.

Uma startup na Califórnia chamada Legion M está alcançando seus objetivos, passo a passo. Fundada em 2016, ela tem o propósito de ser a primeira produtora 100% independente. Seus investidores são pessoas comuns com uma paixão compartilhada, o amor pelo cinema. “Vamos ser francos, os grandes estúdios não estão mais no negócio de fazer cinema, mas sim no de aumentar os dividendos de seus acionistas”, diz Paul Scanlan, um dos fundadores, ao lado de Jeff Annison, da Legion M. “E para conseguir isso eles não podem mais correr risco. Não somos contra os estúdios – queremos somar, criar um novo recurso, e assumir o risco que eles não querem mais correr, para podermos ver os filmes que queremos ver.”

Esse modelo de startup não é um crowdfunding, pois seu processo criativo é uma réplica em miniatura do que acontece nos grandes estúdios.

Uma startup primeiramente busca relacionar-se com uma gama de produtoras, estabelecendo parceiras duradouras, e então identifica e seleciona projetos a serem financiados. Logo ela se abre para possíveis investidores que podem comprar quotas de participação. No caso da Legion M, a quota de participação tem um valor mínimo de 100 dólares.  Em troca, além de acesso VIP aos eventos da empresa, os investidores têm direito a uma participação nos lucros das produções da empresa. E, talvez o mais importante: uma dose significativa de envolvimento no que a produtora faz. Na hora de decisões criativas importantes, a Legion M consulta sua base de já 12.000 investidores. “É um tremendo pool de feedback”, diz Scanlan. “Nos dá a possibilidade de ouvir diretamente do público o que as pessoas querem ver.”

O primeiro longa da Legion M é Colossal, um mix de comédia, ação e ficção científica escrito e dirigido pelo espanhol Nacho Vigalondo (indicado ao Oscar de curta metragem em 2005) e estrelado por Anne Hathaway e Jason Sudeikis. O filme foi exibido no festival de Sundance deste ano, e lotou o imenso Cinerama Dome de Los Angeles na sua estreia comercial pela distribuidora independente Neon. Com três dias de exibição num circuito limitado de 100 telas, Colossal já fez mais de 120.000 dólares, o que é muito para um filme tão pequeno, apesar do título.

E você? Já conhecia o modelo de uma startup? Achou interessante? E se ao em vez de dependermos tanto dos editais de incentivo, e aqui se lê – cenário político (conturbadíssimo e instável) começássemos a explorar nossa veia empreendedora?

Aproveito e disponibilizo aqui uma entrevista que dei ontem à noite para a rádio Frispit, onde falo do lançamento do meu novo curta e um pouco mais sobre outras formas de se fazer cinema no Brasil (fugindo dos editais). Ah! E já deixo o teaser/trailer do curta logo abaixo. Grande abraço!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s